Como fazer um vaso com sistema de autorrega

Já encontraram nas lojas de bricolage aqueles vasos caríssimos com sistema de autorrega? Bem, justiça lhes seja feita, são mais bonitos do que este que vos vou apresentar. Mas se a ideia é poupar € e água, esta sugestão do site Make it and Mend it é simplesmente genial.

Material necessário:

  • Garrafa de plástico
  • Tesoura ou faca
  • Cordel, corda ou fio
  • Compostagem
  • Planta

esquema

1. Preparar a garrafa

Se a garrafa continha outro líquido que não água, será preciso lavá-la primeiro. Retirar o rótulo e cortar a parte superior da garrafa (mais ou menos um terço). É importante que a parte inferior da garrafa fique mais alta que a parte superior.

2. Colocar o “pavio”

Pegar na tampa e fazer-lhe um buraco. Dependendo da quantidade de água que pretendemos que a planta receba, podemos fazer mais do que um buraco para colocar mais fios. Inserir o(s) fio(s) no(s) buraco(s) e voltar a colocar a tampa no gargalo.

3. Preparar a base

Nada de extraordinário. É só encher a parte inferior da garrafa com água.

4. Semear/Plantar

Encher a parte superior da garrafa com a compostagem, tendo cuidado para o fio não sair do lugar e certificando-se de que ele abrange uma grande quantidade de terra. Colocar na terra as sementinhas.

5. Sistema de autorrega completo

Insirir a parte superior da garrafa na parte inferior, certificando-se de que o fio fica imerso na água. E está pronto! O fio irá  regar continuamente as plantinhas com a água do reservatório.

Nota: Após plantar ou semear, deve-se regar por cima apenas uma vez para a terra assentar.

autorrega garrafa vidroEstes são feitos com garrafas de vidro. O corte será mais difícil de fazer, mas se tiverem as ferramentas adequadas, o resultado é visualmente mais apelativo.

Conhecem mais engenhocas com garrafas e garrafões plásticos? Ou sistemas de rega para os esquecediços? Deixem as vossas sugestões nos comentários em baixo.

You may also like...

2 Responses

  1. Marujo diz:

    Grande invenção!
    Pelo menos para mim é…
    Gostava de ter sido eu a ter esta ideia.
    Vou utlizar, vou…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *