5 dicas para semear a horta – simplificando

Estas cinco dicas são para o horticultor que não tem tempo e quer semear a horta de forma eficaz.

Semear em vasos maiores

vaso grandeEm vez de transplantar os pezinhos de vasos pequenos para vasos grandes, semeia-se logo num vaso grande. O único cuidado a ter é o de não regar demais, porque os vasos maiores retêm melhor a humidade e podem ajudar a criar fungos. É raro, mas acontece.

2 sementes por vaso

Nas instruções dos pacotes de sementes diz para gastar o pacote todo numa sementeira, mas eles querem é vender. Eu guardo para o ano seguinte. A taxa de germinação na maior das sementes que tenho semeado ronda os 90%, por isso bastam duas sementes por vaso. Se germinarem as duas, arranca-se a que estiver mais fraca, para dar mais espaço para a outra crescer.

Escolher as mais valiosas

Com o mesmo trabalho podemos ter plantas que valem muito ou pouco na nossa horta. Prefiro comprar um saco de batatas e ter pimentos, tomates, curgetes e alfaces frescas na horta, do que ao contrário.

Juntar tudo

As plantas companheiras beneficiam-se umas às outras, e tornam todo o processo de cuidar de uma horta mais rápido e simples. Para quem não tem tempo de regar uma área maior, arrancar muitas ervas daninhas ou andar à procura de caracóis num quintal enorme, o melhor é fazer uma horta pequena e juntar as plantas para obter um pequeno lote extra-produtivo.

Perenes

As plantas perenes duram mais que uma temporada. Semeia-se uma vez, e depois vai-se colhendo ano após ano. Certos vegetais, como os espargos, são perenes em todas as suas variantes. Outros têm variantes (cultivares) anuais, como os morangos.

O que também ajuda a simplificar o planeamento da horta é subscrever a nossa newsletter. Está cientificamente provado* que quem subscreve tem mais e melhores plantas. (*ou eu tenho cá um palpite)

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *